É uma deformidade da caixa toráxica que consiste da elevação do esterno. Assim como a pectus excavatum, esta deficiência é manifestada a partir dos dez anos quando o organismo tem um crescimento acelerado durante a puberdade. Existem duas classificações na literatura: a pectus carinatum superior no qual o esterno é mais proeminente na parte de baixo, e a pectus carinatum inferior no qual o esterno no qual há uma depressão na parte inferior que muitas vezes se confunde com a pectus externatum.